Pesquisar este blog

quarta-feira, outubro 14, 2015

Juiz suspende temporariamente transferência de Fernando Freire

De acordo com o magistrado, a PM informou que o ex-governador corre vários riscos caso seja transferido para alguma unidade prisional.

Um novo capítulo começou a ser escrito nesta terça-feira (13) na novela do ex-governador Fernando Freire, condenado por crimes de peculato, desvio de recursos públicos e enriquecimento ilícito. O juiz da 12ª Vara Criminal de Natal, Henrique Baltazar Vilar dos Santos, suspendeu temporariamente a transferência do ex-governador para cumprir pena em um presídio.
De acordo com o juiz, ele foi informado pelo Comando Geral da Polícia Militar que a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) comunicou que o ex-governador corre vários riscos caso seja transferido para alguma unidade prisional.
Questionado sobre quais riscos Fernando Freire estaria correndo, visto que ele ficaria em uma sala isolada dos demais apenados, o juiz disse que não sabe explicar e que já pediu esclarecimentos à Sesed. “A secretaria tem um prazo de três dias para esclarecer que riscos são esses, caso não sejam esclarecidos, o ex-governador será transferido”, afirmou.
No último sábado (10), Fernando Freire voltou a ser transferido para o quartel do Comando Geral da Polícia Militar, onde ficou custodiado quando chegou a Natal em julho deste ano.
Fernando Freire foi preso no dia 25 de julho deste ano na orla da Praia de Copacabana, zona sul da capital fluminense. A prisão foi feita por agentes da Subsecretaria de Inteligência (SSINTE) da Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro.
O ex-governador foi condenado por supostos desvios de recursos públicos entre fevereiro e novembro de 2002, e estava foragido da Justiça desde 2014. No total, quatro mandados de prisão haviam sido expedidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.
No Minuto

Governo define nova data para o ‘Enem dos concursos’; CNU será em 18 de agosto

  O Ministério da Gestão divulgou, nesta quinta-feira (23), a nova data para o Concurso Público Nacional Unificado (CNPU), que ficou conhec...