Pesquisar este blog

sábado, outubro 10, 2015



Jovem natalense conquista vaga para estudar medicina na Rússia

Aos 20 anos, Julyana Lima de Oliveira embarca hoje 10 de outubro rumo a Krusk



Por Redação Portal no AR
A potiguar de 20 anos, Julyana Lima de Oliveira, começará a caminhar rumo ao sonho de se tornar médica. A jovem vai cursar medicina na KSMU – Universidade Médica Estatal de Kursk, que é uma das dez melhores da Rússia.


Estudante potiguar Julyana de Oliveira foi selecionada (Foto: Divulgação/Cedida)
Estudante potiguar Julyana de Oliveira foi selecionada (Foto: Divulgação/Cedida)

Julyana já é formada em relações internacionais e estava cursando direito, mas desistiu para estudar medicina, sua verdadeira paixão. “Meu pai é médico e eu e minha irmã sempre o acompanhamos no hospital e na maternidade. Então o amor pela profissão cresceu naturalmente. Acabei cursando relações internacionais. Mas a vontade de ser médica falou mais alto e trancar o curso de direito para focar no sonho de fazer medicina foi inevitável”, afirma Julyana
A jovem sempre contou com o apoio da família e a ideia de cursar medicina na Rússia veio do próprio pai. “Ele tem alguns colegas médicos formados por lá. No começo demorei um pouco para pesquisar sobre o curso, mas assim que fiz foi fácil tomar uma decisão. Estudar na Rússia tem muitas vantagens, primeiro pelo custo beneficio, segundo pelo diploma ter validade em toda Europa, além do reconhecimento e qualidade das faculdades russas em todo o mundo”, explica a estudante que iniciou a vida acadêmica aos cinco aos de idade.
Animada com a viagem e o novo estilo de vida, Julyana ainda não se decidiu se após a graduação continuará na Europa ou irá voltar para o Brasil.
“Tenho o sonho de trabalhar no “Médicos Sem Fronteiras”, mas depois creio que só o tempo dirá. Minha família toda está no Brasil, mas claro que exercer a profissão no exterior  seria uma opção maravilhosa”, pondera a estudante que já cursou dois meses de russo para não chegar ao país sem nenhum conhecimento da língua.
Mesmo com a alta do dólar, cursar medicina na Rússia ainda é um ótimo investimento. Isso porque o governo russo subsidia os alunos estrangeiros que vão para o país estudar, o que diminui consideravelmente o custo do curso. O semestre lá sai por aproximadamente US$ 3100, incluindo hospedagem e seguro médico. Valor muito inferior ao cobrado no Brasil.
Estudo reconhecido
A Aliança Russa é representante oficial das principais universidades russas no Brasil desde 2005. Seu trabalho consiste na seleção dos candidatos, no processo de orientação da faculdade, no recolhimento da documentação necessária para permanência legal do estudante na Rússia, na obtenção da vaga, inscrição na universidade e na assessoria durante a viagem até a chegada do estudante ao seu local de destino.
Ao voltar para o Brasil, o estudante submete o diploma adquirido ao processo de reconhecimento em uma universidade brasileira, um procedimento padrão para qualquer brasileiro que faça graduação em centros de ensino estrangeiros. Desde 2010, o chamado Diploma Único de Estudos Superiores da Europa, do qual a Rússia faz parte, passou a valer conforme o Tratado de Bolonha. Seu objetivo é facilitar a mobilidade dos estudantes e profissionais do ensino superior da Europa

JP BORRACHAS E PARAFUSOS

Governo define nova data para o ‘Enem dos concursos’; CNU será em 18 de agosto

  O Ministério da Gestão divulgou, nesta quinta-feira (23), a nova data para o Concurso Público Nacional Unificado (CNPU), que ficou conhec...